20 de jul de 2013

Gostava tanto de você - Padre Fabio

Eu gosto tanto de você


Não sei porque você se foi, quantas saudades eu senti, e de tristeza vou viver, aquele adeus não pude dar...

Eu bem que senti no mais fundo do meu coração que aquela seria a ultima vez que o veria, mas só pensar no assunto me assustou tanto, doeu tanto, que eu preferi pensar que eu era louca de imaginar que você estaria partindo... Foi melhor não pensar mais nisso porque seria o pior momento da minha vida, e ele me prometeu ficar comigo até os 200 anos.
Se eu soubesse que aquela seria a nossa ultima goiabada juntos, eu teria me sentado e comido mais um pedaço... Na verdade teria o convencido a comer a lata inteira enquanto conversávamos sobre meu primeiro dia na auto escola e ele me ensinava técnicas de condução e para ser uma boa motorista. É literalmente a minha lembrança mais doce das nossas ultimas horas juntos.

Se eu tivesse acreditado que aquela seria a nossa ultima noite juntos, não teria me preocupado em correr para o quarto para entrar na internet e assistir televisão, com toda certeza teria te dado um beijo a mais, dito o quanto eu te amo e você é importante pra mim, teria deitado mais uma vez no seu colo, sentindo seu cheiro e ganhando um cafuné. Ia querer ouvir as histórias de família, de infância, de trabalho enfim qualquer história, contada com o seu brilho nos olhos e a risadinha sem graça "hehe", tão típica que eu tanto gostava de ouvir. Teria deixado de dormir aquela noite, para viver ao máximo cada hora a menos dele aqui.
Eu gostaria que aquela manhã seguinte nunca tivesse acontecido, que eu nunca tivesse acordado assustada com o grito, e batido a cabeça sem encontrar a porta.Gostaria de que você não tivesse passando tanto mal naquele momento, e que ao te abraçar eu não tivesse ouvido de você a sua ultima frase pra mim: "eu vou morrer" e que eu pudesse ter dito o quanto eu te amo, ao invés de mentir dizendo: "não vai não paizinho, eu vou cuidar do senhor"...
Me sinto um fracasso por não ter ouvido minha intuição no dia interior que me disse que vc estava partindo... Me sinto um fracasso por não ter conseguido cuidar dele naquele dia, por não ter conseguido que o socorro viesse a tempo e principalmente pela massagem cardíaca não ter funcionado... Me sinto um fracasso por não ter ele aqui até os 200 anos, por não te abraçar depois de passar no exame de direção, por você não ter tido a oportunidade de me ajudar a escolher meu primeiro carro, por não ter podido dançar a valsa da formatura e sinceramente não sei como vai ser entrar na igreja para me casar sem ele pra segurar na minha mão.
Na verdade a ausência dói em todos os momentos, a falta grita alto mais vezes do que se pode imaginar e o adeus jamais poderei dar... Essa noite pela primeira vez o vi em um sonho, em quatro anos e meio foi a primeira vez que sonhei com ele, e foi tão rápido que novamente nem pude abraçar e dizer o quanto o amo.
Assim é a vida, aqui chegamos e a única certeza que temos é que algum dia vamos partir... Mas eu nunca aprendi a lidar com perdas, e por mais que acredite que as coisas não terminam assim e aqui, o fato de não poder o tocar, conversar, sentir o cheiro me deixa mal. Fica sempre a vontade de ter a ultima noite com a goiabada outra vez... Das risadas que nós demos enquanto abríamos a lata e cortávamos o pedaço, da conversa solta e descompromissada, do beijo de boa noite descompromissado de um adeus...

Ame muito, beije muito, abrace muito, ouça com paciência as conversas chatas, porque o amanhã pode ser que não exista e o ultimo momento pode ser este de agora, então faça todos valerem a pena assim terá uma doce lembrança como eu tenho com a goiabada...


Não sei porque você se foi
quantas saudades eu senti
e de tristezas vou vivendo
aquele adeus não pude dar
Você marcou a minha vida
viveu morreu na minha história
chego a ter medo do futuro
e da solidão que em minha porta bate
E eu, gosto tanto de você
Gosto tanto de você...






Beijos 
Gi

Um comentário:

  1. Amiga, não consigo imaginar sua dor, rs...
    Porque meu pai ainda está comigo e eu tenho PÂNICO de pensar no dia que ele vai me deixar...
    Por isso tomo sua experiência como grande lição que todosssss temos ao alcance das mãos, mas não praticamos: viva como se fosse o último dia da sua vida! Todo dia é dia de ser carinhoso, de amar, de dar mais beijos, de fazer tudo como se não houvesse amanhã, porque quem sabe?
    Deus continue confortando seu coração pra seguir na caminhada... Você é meu orgulho!
    Bjs - Juliana

    ResponderExcluir