18 de jul de 2013

Meus problemas com o jantar

Acredito que o jantar já perdeu muito espaço nas casas hoje em dia. As grandes cidades, a correria, as mães trabalhando fora e tantos outros motivos foram fazendo o costume de jantar ser substituído por um lanche e olhe lá.
Mas a minha cultura não é bem assim, eu vim do interior, morei em fazenda e sítio e cidade pequena por toda a minha infância, venho do sistema onde o pai trabalhava fora e a mãe cuidava da casa e dos filhos. E mesmo depois de mudar para uma cidade maior, esse sistema continuou e eu acredito que vai me acompanhar a vida toda.

Não sei explicar o que acontece, mas acho que é algo psicológico, eu posso comer um pacote inteiro de pão que não me sinto satisfeita, eu sinto realmente falta de uma comidinha de sal. E já vi e ouvi em inúmeros lugares e pessoas falando que jantar engorda, que jantar não é bom e coisas do gênero.
Quando reclamei isso com o meu médico (falei dele aqui) ele me explicou que não há problema algum com o jantar, isso é mito! Para minha alegria (grazadeus, uhuuuu) o problema não é jantar e nem a refeição quente, e sim o que se come e a quantidade que se come... É lógico que se você for comer um "pratão" de feijoada, massa, carne gorda você vai engordar, assim como vai engordar se lanchar bolo, pão, doce, etc. Mas jantar uma salada com carne magra ou uma sopa leve é muito tranquilo, não tem absolutamente nada de contra indicação, e inclusive meu médico faz isso. Muitas vezes uma porção de sopa de legumes é muito menos calórica que muitos lanchinhos por aí. Vai comparar uma sopa ligth com um pedaço de bolo, ou uma pizza, coxinha, pão com mortadela, e por aí vai as gordices da noite.
Está comprovada, eliminei os 10 quilos jantando todos os dias da dieta, e isso não acarretou acréscimo ou dificuldade em nada. Muito pelo contrário, pois o psicológico sossegava e eu não ficava sentindo aquele vazio que sinto nas noites movidas a lanche.Funcionou comigo porque era a ultima refeição do dia, e tirava a mania de continuar beliscando coisas depois do lanche por não me sentir satisfeita.
Claro que isso é a minha experiência, com você o lanche pode funcionar muito melhor do que o jantar, dá pra fazer muita coisa legal com pão integral, queijo cottage, peito de peru, leite desnatado, soja com suco, etc. Isso vai variar sempre de pessoa para pessoa, de cultura para cultura e no meu caso de loucura mesmo hahahahahaha. O importante é sempre optar por escolhas mais saudáveis e menos calóricas possíveis, o importante é se sentir confortável dentro da sua dieta.

uma dica das minhas jantas é o mingau de couve ou bambá de couve. Eu adoro, ainda mais nesse tempinho frio. Se for da sua vontade dá para colocar um peito de frango desfiado ou clara de ovo ai no meio para incrementar, mas eu particularmente gosto dele assim só com a couve.



Obrigada pessoal, um abraço.
Gi

3 comentários:

  1. Mas tem que passar a receita, rs...
    Eu até sobrevivo sem jantar, mas mtas vezes enfio a cara nesses lanchinhos aí que você falou: pão, bolo, rs, rs...

    Juliana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar que vou começar a passar umas receitinhas aqui. Quebram um galho. Beijos

      Excluir
  2. não se preocupe Dr, Rogério é muuuiito competente no faz...

    ResponderExcluir